Prefeitura alerta sobre perigos da queima do lixo doméstico

Publicado: 17/05/2017

Ato criminoso ainda praticado por muitos no município é passível de multa e detenção

Queimar o lixo produzido em casa ou na sua empresa parece um ato inofensivo, não? Afinal, normalmente, o volume é pequeno e rapidamente eliminado. No entanto, não é dessa forma que a legislação e os estudiosos do assunto interpretam. Além de causar inúmeros prejuízos à natureza, por eliminar resíduos dos materiais incinerados na atmosfera e causar poluição e danos à saúde humana, a queima desses materiais é considerada um ato criminoso por também colocar em risco a vida, a integridade física e o patrimônio alheio, sendo passível de multa e reclusão de até seis anos.

Em Cianorte, como relata o cabo Rodrigo Bondezan, da Polícia Ambiental (Força Verde), casos como estes são comuns. “Com frequência recebemos denúncias da comunidade a respeito desse tipo de ocorrência”, relata. Segundo ele, por aqui, as mais registradas são em empresas que incineram sobras de materiais. “Se constatarmos o flagrante, de acordo com o conteúdo e a quantidade, o ato é encaminhado para o Fórum, para que o indivíduo responda criminalmente, e para o Instituto Ambiental do Paraná [IAP], para que também faça a autuação”, informa.

“A queima de resíduos domésticos, tão comumente praticada no passado, ainda é uma prática que resiste aos dias atuais e, independente da quantidade, é capaz de causar inúmeros danos à natureza”, relata o secretário de Meio Ambiente, Guilherme Comar Schulz. Ele pontua que a ação não é necessária, tendo em vista que o “município disponibiliza uma série de formas sustentáveis para que os resíduos tenham a destinação adequada”. Na Capital do Vestuário, a atitude também é proibida pela Lei de Código de Posturas, com a finalidade de preservar a higiene.

A principal ferramenta para que esse tipo de ação não aconteça é a denúncia. “Quando avistar um indivíduo ateando fogo, ligue o quanto antes para a Força Verde [3637-3439] ou para nós, da Secretaria Municipal de Meio Ambiente [3631-6463]. Imediatamente realizaremos os procedimentos adequados”, garante Guilherme. Para auxiliar no processo de identificação do infrator, ele explica que fotografias do ato também podem servir no processo como provas.

COMO PROCEDER?

Cianorte conta com a coleta de lixo comum e reciclável em todos os bairros do município, em dias específicos. Nas áreas rurais, disponibiliza lixeiras para o depósito coletivo dos moradores da região. Com relação ao descarte de móveis, basta ligar para o telefone (44) 3631-6461, e o de galhadas para o (44) 3631-6463; ambos os casos contam com o disque recolhimento. Eletrônicos e pneus, devem ser entregues no Viveiro Municipal Benedito Zanzarini, todas as quintas-feiras das 14h às 17h; entulhos no Depósito Mãe Biela (Vila Sete); e recicláveis na Avenida Maranhão, esquina com a Allan Kardec.

Foto: divulgação



Outras Notícias:

15/12/2017 Prefeito visita obras de recape no Jardim Céu Azul
15/12/2017 Prefeito Bongiorno participa de reunião da Cocamar com cooperados
15/12/2017 Com apoio da Prefeitura, Cianorte ganha mais uma agroindústria familiar
15/12/2017 Com imposto de renda, cianortense pode contribuir com entidades assistenciais
14/12/2017 Workshop discute trabalho infantil e o papel da Rede de Proteção
14/12/2017 Operação Natal reforça patrulhamento nas ruas de Cianorte
14/12/2017 Prefeitura e Capseci realizam pagamento do 13º salário
14/12/2017 Programação do Natal da Família segue até dia 30 no Provopar
13/12/2017 Estação do Ofício comemora a formatura de 190 alunos
13/12/2017 Representantes do Provopar visitam a Associação Rainha da Paz

izmit escort denizli escort ankara escort adana escort kocaeli escort sakarya escort