XI Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor tem Cianorte entre os finalistas

 

Publicado em: 02/06/2022 15:36 | Fonte/Agência: Secretaria de Comunicação Social

Whatsapp

 

Trabalho da Casa do Empreendedor rendeu indicação na categoria “Desburocratização”

O trabalho realizado pelo prefeito Marco Franzato junto à Casa do Empreendedor para simplificar procedimentos e eliminar exigências desnecessárias no processo de formalização de empresas e licença de funcionamento foi um dos finalistas da XI edição do Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor (PSPE). Cianorte, em companhia de Guaíra e Cascavel, concorreu na categoria “Desburocratização”, sendo Guaíra a vencedora.

Na última terça-feira (31), o vice-prefeito João Alexandre Teixeira, representou o prefeito na solenidade de premiação, realizada na capital paranaense, com a presença do vice-governador Darci Piana. “Estar ali em meio a tantas autoridades, muitas delas de cidades bem maiores que Cianorte, demonstra que estamos no caminho certo. Foi uma honra representar nosso município neste prêmio”, disse João Alexandre.

“Este tipo de iniciativa, que valoriza a gestão municipal, traz entusiasmo para nós prefeitos estarmos sempre buscando inovação e saídas para encorajar e motivar o empreendedor, oferecendo condições para a competitividade dos pequenos negócios e contribuindo de forma efetiva para o crescimento econômico e social do município”, enalteceu Franzato.

Segundo a secretária municipal de Desenvolvimento Econômico, Larissa Meneguello Biggi Polli, “estar na final já é um prêmio, porque foi um processo implementado em seis meses, cujo investimento foi em mão de obra técnica, cursos e consultorias dos servidores e infraestrutura para a operacionalização do SIM, e que já colhemos muitos resultados. Entre as ações mais significativas realizadas neste contexto, temos a atualização da legislação municipal e a adequação dos processos”.

Os principais avanços foram a instituição dos Direitos de Liberdade Econômica e regulamentação da classificação de risco das atividades econômicas para fins de Licenciamento Municipal (Lei Complementar nº 142/2021) e a revisão da lei para obtenção de alvará e licença de localização e funcionamento (Lei Complementar nº 140/2021). Com o projeto, foram alcançados objetivos como a redução de 18,2% do tempo de abertura de empresas, aumento de 15,5% na quantidade de empresas abertas e crescimento de 81,25% na formalização de MEI’s, considerando o mesmo período do ano anterior. Além dos benefícios à população em geral, como o crescimento de 34,2% na geração de empregos.

 


Imagens